Agência Estadual de Metrologia tem o 3º maior índice de crescimento do país em 2018

Categoria: NOSSO TRABALHO | Publicado: quarta-feira, dezembro 19, 2018 as 16:39 | Voltar

Campo Grande (MS) – A AEM-MS (Agência Estadual de Metrologia de Mato Grosso do Sul) registrou o terceiro maior índice de crescimento no país em 2018. O resultado foi apresentado nesta terça-feira (19), na reunião do Conselho Administrativo da AEM-MS. O órgão é vinculado à Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e delegado do Inmetro no Estado.

“A Agência terminou o ano de 2018 com o terceiro maior índice de crescimento entre os órgãos de metrologia do país, em consequência de uma série de resultados extremamente positivos apresentados no Conselho de Administração. Um deles foi a arrecadação, que havia sido pactuada em R$ 26,1 milhões para o período e encerramos o ano com R$ 28,4 milhões realizados, cifra recorde. O mais importante é que a maior dessa arrecadação não está vinculada às multas, mas sim à aferição de equipamentos”, comentou o secretário Jaime Verruck, que preside o Conselho Administrativo da Agência.

O diretor-presidente da AEM-MS, Nilton Pinto Rodrigues, lembrou que “esse resultado mostra a evolução da agência na gestão do governador Reinaldo Azambuja. Desde 2015, nós tivemos que fazer ajustes em função do contingenciamento dos recursos do governo federal e da definição de um teto de gastos. Fomos nos ajustando e neste ano já conseguimos fazer alguns investimentos e ampliar nossas ações. Foram 650 mil fiscalizações realizadas pelos nossos agentes metrológicos ao longo de 2018”.

De acordo com o balanço apresentado pela diretora executiva Laura Castro, a Agência obteve uma economia de R$ 291.550,00 em serviços de limpeza, jardinagem, passagens, diárias, energia e água em 2018.

Outro ponto destacado pelo secretário Jaime Verruck foi a “ampliação do escopo de clientes da Agência. Temos trabalhado muito forte na orientação. Fizemos parceria com as farmácias de manipulação, supermercados, Abrasel, Sinpetro. Percebemos que muitas micro e pequenas empresas cometiam alguns erros por conta do desconhecimento das normas de metrologia legal. Com isso, trouxemos para a AEM-MS novas atividades e comércios para acompanhamento”.

Além do titular da Semagro, estavam presentes os conselheiros Nilton Rodrigues, diretor-presidente da AEMS/MS e secretário do Conselho; Laura Castro, diretora executiva da AEM/MS; Rufino Kuhmen, da Secretaria de Fazenda, e Roberto Coelho, da Secretaria de Administração e um técnico do Procon, representando o superintendente do órgão.

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.