Fiscalização GNV

Categoria: FISCALIZAÇÃO, NOSSO TRABALHO | Publicado: sexta-feira, maio 28, 2021 as 09:42 | Voltar

Entre os dias 17 e 24 de maio, a AEM-MS, Órgão Delegado do Inmetro em MS, realizou a verificação das bombas medidoras de GNV em Campo Grande. Foram verificados 21 bicos onde o índice de reprovação foi de 50%.
O diretor presidente Nilton Pinto Rodrigues destacou que “as bombas de GNV reprovadas, deverão ser manutenidas em 10 dias para que possamos retornar ao local e realizar nova verificação”.
1) Cuidados com a instalação
Antes de instalar em seu veículo um kit de gás natural veicular (GNV), certifique-se de que a empresa instaladora possui registro ativo no Inmetro. A lista completa dos Instaladores Registrados junto ao Instituto pode ser acessada no seguinte endereço:
http://www.inmetro.gov.br/inovacao/oficinas/listagem.asp
2) De olho na manutenção
Realizar manutenção preventiva e/ou corretiva dos sistemas de GNV e dos veículos em que se encontram instalados apenas por instaladores registrados
Realizar periodicamente a requalificação dos cilindros de GNV (que é de 5 anos a partir da data de fabricação dos mesmos). Atenção: a requalificação é um serviço envolvendo profissionais qualificados, diversas etapas e procedimentos técnicos. Desconfie de serviços rápidos e baratos.
Caso identifique alteração no desempenho ou consumo do seu veículo, retorne ao instalador registrado para averiguar se existe algum problema.
3) Cuidados no abastecimento
Mantenha o veículo desligado durante o abastecimento.
• Não permaneça no veículo, ou próximo a ele, durante o abastecimento.
• Não fume ou manuseie isqueiros ou fósforos nos postos de abastecimento.
• Não abasteça acima da pressão de 220 bar (220 kgf/cm²), que é a máxima permitida pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), pois, apesar do aumento da autonomia do veículo gerada pela maior pressão, a sobrepressão causa danos aos componentes do sistema, reduzindo sua vida útil.
• Recomendar aos frentistas que não deixem de utilizar o sistema de aterramento dos veículos.

#gnv #inmetro #anodibrasil #fiscalização

Publicado por: Leonardo de Fretias Lamblem

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.